Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

TIPOS DE TARIFAS AÉREAS

Este tópico é uma breve apresentação dos tipos de tarifas existentes no mercado para deixá-lo mais familiarizado com este módulo. Informações mais completas sobre algumas destas tarifas poderão ser encontradas no próprio GDS quando for consultada a regra tarifária do trecho aéreo. 

I – TARIFAS AÉREAS

APEX (PEX)
Advance Purchase Excursion é uma tarifa que exige antecedência de compra de 4, 7, 14, 21 ou 30 dias da data da viagem. Muitas não permitem mudanças ou cancelamento, e quando permitem cobram uma penalidade por esta facilidade. Algumas exigem que o bilhete seja emitido com ida e volta, outras oferecem tarifas baixas no caso de emissão de bilhetes com apenas um trecho. Open Jaw não é permitido e a grande maioria exige circle trip para tarifas de excursão. Stopovers podem ser permitidos com cobrança de taxas adicionais, ou não. APEX são tarifas periódicas que quase sempre não são aplicadas para/de pontos intermediários. Isto significa que um bilhete de Boston para Chicago passando por Pittsburgh poderá ser mais barato do que um bilhete de Boston para Pittsburgh!

BULK/NEGOTIATED FARES (PF)
Também conhecidas como consolidator fares, possuem um grande desconto em relação as published fares. Enquanto que nas published fares as crianças pagam 75% e os bebês pagam 10% da mesma tarifa aplicada para o adulto, com as bulk fares esta regra não é a mesma. Nem as crianças têm direito ao desconto em alguns casos!

Bulk fares são tarifas neto cuja comissão da agência é adicionada ao valor do bilhete. Elas são geralmente negociadas dentro do mercado Norte Americano pelas agências de viagens para a emissão de vôos internacionais. Elas são não-reembolsáveis, não-endossáveis, algumas bases tarifárias não creditam milhas ou só a metade das milhas no programa de milhagem do passageiro e o prazo para reemitir o bilhete é baseado na data da partida do vôo, o que significa que o passageiro está sujeito a perder o bilhete se ele não for usado ou não reemitido antes da data original da viagem, mesmo avisando a agência ou a cia aérea para cancelar a reserva para não perder o bilhete por no show.

GROUP FARES
São aplicadas para grupos com mais de 9 passageiros. Não existe group fares mais baratas do que bulk fares, somente mais baratas do que as published fares. Sua vantagem é o prazo longo para a compra e a possibilidade também de pagar parcelado. Este tipo de tarifa não é recomendável para viajantes que estão com dúvidas se vão ou não viajar, pois envolve assinatura de contrato entre as partes envolvidas (agência e o responsável do grupo).

Mesmo que o líder do grupo não tenha os nomes de todos os passageiros quando a reserva de grupo for feita, o agente de viagem bloqueará o número total de assentos do vôo referente ao número de viajantes. Logo, o líder do grupo terá tempo suficiente, enquanto as semanas se passarem, para enviar por email a lista com o primeiro e último nome dos passageiros que irão viajar para que o agente de viagens emita os bilhetes antes do prazo da emissão estipulado no contrato. Group fares são cotadas de duas maneiras:
  • Quando você reserva vôos para grupo baseado nas classes das bulk fares. Neste caso, a cia aérea transforma a reserva feita com bulk fare em group fare pelo mesmo preço que o passageiro estaria comprando individualmente um bilhete com uma destas tarifas. Todavia, a não ser que a regra do contrato da cia aérea especifique o contrário, não há desconto nem bilhete gratuito para o líder do grupo.
  • Quando você reserva vôos para grupo baseado nas classes das normal fares. Neste caso, a cia aérea oferece ao passageiro um desconto e também um ou mais bilhetes gratuitos de acordo com o número de passageiros.
Embora um bilhete com group fare pareça interessante para ser vendido, sua compra pode causar um grande prejuízo financeiro. Não importa o tipo de tarifa  usada para calcular uma group fare, novas regras serão adicionadas ao contrato e as mais importantes a serem notadas são:
  • O bilhete é não-endossável e não-reembolsável.
  • Reemissão não é permitida, embora algumas cias aéreas permitam.
  • Algumas cias aéreas exigem um depósito, semelhante ao cobrado pelas locadoras de carro, como forma de garantia do bloqueio dos assentos. Este depósito não é adiantamento do pagamento da passagem e os passageiros só terão o reembolso deste valor após o término da viagem.
  • Se o número do grupo diminuir para menos de 10 passageiros, a group fare será cancelada e os passageiros restantes terão a tarifa alterada para a published fare.
NORMAL FARES (NML)
Trata-se de outra versão das tarifas APEX. As NORMAL FARES são as tarifas promocionais das cias aéreas. Dependendo da cia aérea, podem ser especificadas como excursion fare, instant purchase excursion, specials, e outras podendo ser encontradas também nos sites de busca de passagens aéreas da internet: Orbitz.com, Expedia.com, etc. Pode-se construir open jaw, round trip e circle trips. Algumas exigem antecedência de compra do bilhete sendo reembolsáveis e endossáveis.

PUBLISHED FARES
São as tarifas sem desconto das classes Y, C e F que são aplicadas em trechos domésticos e internacionais. Isto significa que elas serão sempre as mesmas em qualquer parte do mundo, não importando com qual agência de viagem o PAX compre. Como vantagens devido ao alto preço, permitem quando especificado na regra, a emissão do bilhete com data não marcada, stopovers gratuitos e isenção de multa por reemissão.


II - TARIFAS COM DESCONTOS APLICADOS AO TIPO DE PASSAGEIRO

Estas tarifas não são padrão em todas as cias aéreas e sua política não é bastante divulgada. Muitos funcionários de baixo escalão das cias aéreas as desconhecem, ou não sabem qual o procedimento a ser adotado para autorizar tal desconto porque não têm autoridade para isso. Para se ter uma idéia abrangente dos descontos mais comuns, existem cias aéreas que aplicam de acordo com a rota do vôo:

COMPANION FARES
São aplicadas para dois passageiros viajando juntos. Onde um pagará o valor integral da passagem e o segundo poderá ter um desconto em torno de 25% a 50%. Em algumas cias aéreas, quando um dos passageiros tem mais de 60 anos, ambos os passageiros são beneficiados com esse desconto. Esta tarifa se aplica também a passageiros cegos, surdos ou com problemas médicos cuja assistência de um acompanhante durante a viagem se faz necessária. Dependendo da regra da tarifa, o bilhete poderá ser não-reembolsável e não-endossável.

CONFERENCE FARES
São as tarifas aplicadas para os Tour Conductors com o propósito comercial de uma reunião ou conferência onde a cia aérea será a patrocinadora da viagem oferecendo ao grupo um desconto. Os descontos variam de 25% a 50% da classe Y, C ou F, mas no caso do Tour Conductor, o desconto pode chegar a 100% com a emissão de um TKT gratuito + 50% de desconto para um segundo ou terceiro Tour Conductor conforme o número de pessoas viajando no grupo.

Dependendo da negociação com a cia aérea, a mesma política de descontos e gratuidade de bilhete aéreo aplicada em reservas envolvendo Tour Conductor poderá ser as mesmas das reservas com grupos cujos PNRs são feitos com published fares ou proprietárias (=bulks). Para ter direito a essa tarifa descontada, é necessário a apresentação de alguns documentos para a aprovação, como:
a) Formulário especificando o propósito da viagem.
b) Material promocional imprimido detalhando os custos totais com transporte aéreo, acomodação em hotel, etc.

FAMILY FARES
Define família como marido, esposa e criança com menos de 17 anos acompanhada por eles ou um parente acompanhando uma ou mais crianças com menos de 17 anos. A restrição de idade difere de uma cia aérea para a outra. Algumas estipulam a idade máxima da criança até 21 anos, outras dividem a idade em duas classes: com menos de 12 anos incompletos e entre 12 anos a 21 anos. É exigido tanto dos pais quanto do parente um documento comprovando os laços familiares ou de guarda da criança durante a viagem que deverá ser realizada com todos os membros viajando juntos. Os descontos aplicados são de 30% a 50% para a criança e um adulto enquanto que o terceiro membro da família paga o valor integral da passagem.

MILITARY FARES & GOVERNMENT EMPLOYEES
Se o passageiro for militar das forças armadas dos EUA, ou civil do Departamento de Defesa dos EUA viajando a serviço com ou sem seus dependentes, ele terá direito a esse desconto. Restrições como completar a viagem dentro dos 7 dias antes da data de licenciamento do serviço militar é uma das exigências impostas por esta tarifa com desconto. O desconto varia de 20% a 50% para o adulto e crianças pagam 75% da tarifa descontada do adulto. A documentação exigida é a identidade militar e uma carta official da base militar confirmando a viagem a serviço do passageiro ou que está em período de licença. Mesmo sendo ele militar reservista, ou que esteja exercendo serviço temporário, ou que esteja de licença médica/regular, o viajante assim mesmo tem direito a esse desconto. Essas tarifas possuem períodos de blackout, não são reembolsáveis e são aplicadas comumente para as cidades onde há bases militares dos EUA, como no Havaí, Boston, Flórida, etc, e para a Europa, principalmente durante a comemoração do D-Day. Se o PAX perder o vôo, de acordo com a política de algumas cias aéreas, o seu bilhete não terá mais valor, ou seja: ele perderá a passagem!

SENIOR CITIZEN FARES
Passageiros com mais de 65 anos  têm direito a esta tarifa. Para isso, deve-se apresentar como prova o passaporte, certidão de nascimento ou carteira de motorista. Os descontos variam de 10% a 25% e a viagem tem que ser completada durante a baixa estação. Este tipo de tarifa com desconto é algumas vezes reembolsável e na maioria das vezes não exige compra antecipada do TKT.

STUDENT FARES & TEACHER FARES
Essas tarifas são elegíveis para estudantes entre 12 e 26 anos matriculados em escolas, ou colégios, ou universidades e para professores que ministram aulas nestes locais. Para a aprovação do desconto, é necessário apresentação da carteira de estudante/professor internacional ou um certificado emitido pela instituição educacional comprovando que o propósito da viagem do passageiro é para iniciar o ano letivo escolar ou ministrar aulas. Raramente stopovers são permitidos e muitas reservas para serem válidas exigem antecedência de 7 dias da data da viagem. O desconto varia de 20% a 30% e na maior parte das vezes é aplicado em vôos domésticos. Existem tarifas de estudante/professor que limitam o número de cupons e outras que restringem os horários dos vôos.

SYMPATHY FARES ou EMERGENCY FARES
Se o viajante necessitar de ir a um funeral ou tiver uma emergência médica (por exemplo, se um parente próximo estiver em tratamento intensivo ou próximo de morrer), muitas cias aéreas poderão oferece-lo um desconto de 20% a 50%, ou isentá-lo da necessidade da compra antecipada de uma passagem aérea caso a viagem for para o mesmo dia. Funciona como se fosse a política de luto normalmente praticada pela Continental como Bereavement Rate e pela United e USAir como Compassionate Fare. Algumas cias aéreas exigem o nome, endereço e telefone do local onde o corpo estará sendo velado, enquanto outras exigem uma cópia do certificado de óbito.

WORKER FARES
São aplicadas para trabalhadores imigrantes e estrangeiros e seus dependentes residentes fora do seu país mesmo viajando em datas diferentes. Stopovers não são permitidos e o desconto varia de 20% a 50%. Para efeito de validade desta tarifa, são considerados trabalhadores: os gerentes de firmas e industrias, funcionários de organizações incluindo advogados, engenheiros, físicos, etc. Como exigência para ter direito a este desconto, deve-se apresentar comprovante de residência fora do país e carta da empresa confirmando vínculo empregatício. Dependendo da política da cia aérea, a documentação a ser apresentada poderá mudar. Esta tarifa é comumente encontrada na Europa.

YOUTH FARES
O passageiro deve ter entre 12 e 25 anos de idade para receber este desconto aplicado em viagens internacionais. Este tipo de tarifa exige identificação com foto ou certidão de nascimento ou carteira de motorista. Raramente são usadas devido as tarifas de estudantes oferecerem um desconto melhor.


III – TARIFAS DE PROGRAMAS PROMOCIONAIS

AIRPASSES
São um tipo de pacote de tarifas aéreas cujo preço é baseado pelo número de cupons emitidos (quando o passageiro está fazendo múltiplas viagens domésticas, como o Star Alliance Brazil Airpass), ou pelo número de milhas voadas (geralmente quando o passageiro está fazendo múltiplas viagens internacionais, como o Mercosur Airpass). Podem também ser uma mistura dos dois, como o airpass OneWorld Visit South America. O preço é bastante baixo e só tem acesso a esse programa os turistas ou os passageiros da mesma nacionalidade do país visitado, desde que residam fora dele. Todavia, só compensa vender airpasses quando o PAX estiver visitando mais do que 2 cidades e desde que estas cidades sejam muito distantes da cidade de onde ele está. Comparar preços no mercado de tarifas ajuda o agente de viagens a fechar as vendas mais rápido. Veja a comparação abaixo baseada em valores cotados em 2004:
  • Um Brazil Airpass com 1 a 4 cupons custa sem taxas US$ 399.00. Se o PAX desejar comprar um bilhete de ida e volta RIO DE JANEIRO/BELO HORIZONTE/RIO DE JANEIRO, ele conseguirá uma melhor tarifa se você oferecer um bilhete com uma tarifa de excursão no valor de US$ 242.00, com taxas incluídas.
  • Se o PAX desejar um TKT PORTO ALEGRE/BUENOS AIRES/PORTO ALEGRE, ele irá pagar por uma published fare com taxas US$ 247.50. Logo, a venda de um Mercosur Airpass com a mesma rota custando com taxas US$ 273.50 será inviável.
CIRCLE FARES
Permitem viagens em torno do Atlântico, Pacífico e Oceano Índico. Os programas com este tipo de tarifa permitem que os viajantes atravessem uma determinada região do mundo enquanto mantêem uma direção circular dentro de uma mesma área. Backtracking pode ser permitido dentro do continente e o número de segmentos aéreos pode ser limitado a 20 vôos. Existe também uma outra versão deste programa praticada por consolidadores que as chamam de: Consolidated Circle Region Fares, que são bilhetes one-way com descontos emitidos em série combinando tarifas one-way de várias cias aéreas para completar itinerários para qualquer região do mundo. Estas tarifas costumam ter estrutura de preços diferentes de uma estação para outra e cada agente de viagens costuma oferecer itinerários diferentes.

ROUND THE WORLD FARES
Os bilhetes com tarifa de volta ao mundo são bilhetes de trechos múltiplos. Muitos deles são flexíveis e válidos por 1 ano, 6 meses ou 1 mês permitindo aos viajantes pagarem menos do que se comprassem uma série de bilhetes one-way emitidos com bulk fares.

Exigem compra antecipada com 14 dias ou 21 dias para o primeiro trecho. Geralmente, somente a primeira data e o destino devem ser marcados, mas algumas RTW fares necessitam que mais de 2 ou 3 trechos sejam emitidos antes do início da viagem. RTW fares disponibilizam um número de stopovers ilimitados, outras limitam-o de 4 a 6 no mínimo dentro dos EUA e também um número mínimo de permanência de 6 a 14 dias. O reembolso é de 100% se cancelado duas semanas ou mais antes da partida do vôo, e de menos 25% do valor da passagem se o bilhete for cancelado dentro das duas semanas que antecedem a data do início da viagem. Entre os programas de alianças mais conhecidos, nós temos: Star Alliance, Oneworld E Skyteam.

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG