Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.
My status

PRIMEIROS PASSOS PARA ABRIR UMA AGÊNCIA DE VIAGENS

Opost abaixo é em resposta a um internauta, chamado MAGNO, que me enviou uma dúvida utilizando o formulário de email ao lado. Por ser a que mais respondo nesse blog, decidi criar um post para responder a todos que compartilham da mesma dúvida: por onde começar para abrir uma agência de viagens?
NOME: Magno PHONE #: (XX) XXXX-XXXX SUBJECT: ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS COMMENTS: Ola. Estou pensando em abrir uma agencia de viagens e turismo, nunca fui empresario por falta de oportunidade já que esse é o meu sonho. Tenho um irmão que é empresári. Quero abrir essa agência em Curitiba. Tenho bastante informação quanto a parte funcional de uma agência mas muita dúvida se terei lucro. E quanto a franquia realmente se paga um valor bem alto mas a assistência e estrutura não compenção? Até porque uma agência iria me entregar a loja pronta para trabalhar e se vou abrir independentemente não sei nem por onde começar. Se você puder me ajudar, fico muito grato.


RESPOSTA DE DOUGLAS WIRES
Oi, Magno!



Sua duvida é a mais comum que respondo para pessoas de várias cidades do Brasil e algumas no exterior. Se eu estivesse no seu lugar, eu não abriria uma agência, pelo menos no primeiro momento. Para se abrir uma agência, é aconselhável que você tenha um outro negócio mais sólido para poder sustentar as perdas no início do negócio. Já pensou você abrir uma loja num shopping e emitir um bilhete por dia ganhando apenas R$ 30 de comissão. Pois bem... R$ 30 é a comissão paga pelas cias aéreas para qualquer passagem que custe menos de R$ 300. Acima disso, a comissão é 10%



No seu lugar eu investiria em imóveis ou num restaurante self-service para depois poder jogar com outros negócios. Agência de viagem é arriscado porque se o cliente lhe der calote, é você quem paga o prejuízo, pois o valor da passagem é protestado no seu CNPJ e a cia aérea ainda corta o seu crédito de emissão enquanto você for devedor!



Levando em consideração que seu irmão é dono de um posto e vai lhe dar esse suporte, e que você está empenhado em abrir uma agência, siga esse caminho que é o conselho mais seguro para quem está começando sem nunca ter atuado nesse ramo:



1 - NÃO FAÇA FRANQUIA DE TURISMO
Não existe franquia em turismo. Franquia em turismo é o mesmo que marketing multinível, o mesmo praticado por empresas como HERBALIFE, AVON, etc. Você vai trabalhar pros outros para receber quase nada!



2 - NÃO CONTRATE PARENTES E AMIGOS PARA TRABALHAR CONTIGO
Você vai ter aborrecimento e não poderá agir como patrão cobrando metas e posturas de trabalho. Contrate quem já é do ramo e que tenha perfil de vendedor!



3 - O SALÁRIO DE UM AGENTE DE VIAGENS EM CARTEIRA VARIA DE R$ 800 A R$ 1500 + COMISSÃO PELAS VENDAS NA AGÊNCIA.
A comissão, se você desejar pagar, vai depender do seu tato na hora da entrevista com o funcionário que irá contratar. Aqui no Rio de Janeiro, há agências que pagam o teto máximo de R$ 2500 a R$ 3500 para um emissor internacional. Portanto, analise bem o mercado onde está e a pessoa que o ajudará para no final do mês você não fechar no vermelho. DETALHE: quando se abre uma agência sem número IATA, o perfil do funcionário que se deve buscar é de vendedor. Ele não precisa ter sólidos conhecimentos de viagens, nem saber emitir passagens. Essas qualificações quem possui são os funcionários da operadora com quem os funcionários da sua agência farão contato para solicitar a emissão das passagens aéreas. A única qualificação que seus funcionários deverão ter é saber navegar na internet e manusear o Outlook.



4 - ABRA SUA AGÊNCIA COM A RAZÃO SOCIAL DE AGENCIA DE VIAGENS E COM CNPJ
Você conseguirá melhores negociações de comissionamento e contratos do que um free-lancer, que nem empresa registrada tem. O custo para registrar sua empresa com um CNPJ e iniciar as operações como home-office é inferior a R$ 5000.



5 - CADASTRE SUA AGÊNCIA NOS SITES DAS CIAS AÉREAS PARA EMITIR PASSAGENS COM ELAS.
Quanto a TAM, você terá que entrar em contato com o departamento comercial para receber a visita de um de seus promotores para ser liberado o acesso ao site deles baseado no capital da sua empresa.



6 - CADASTRE SUA AGENCIA NAS OPERADORAS DA SUA CIDADE. AS MAIORES NO BRASIL PARA EMISSÃO AÉREA SÃO: GAPONE, ESFERATOUR, FLYTOUR, ITS TURISMO.
Aqui está o segredo. Você deve iniciar suas vendas comprando com as operadoras. Tudo bem que você irá dividir sua comissão com elas, pois ninguém trabalha de graça, mas pelo menos, você não vai mobilizar um grande capital financeiro no começo para se arriscar a emitir por conta própria todas as solicitações de passagens que você tiver, sem ao menos ter uma idéia do volume de vendas que está tendo. À medida que esse volume for aumentando, aí será a hora de partir para as emissões por conta própria, dispensando as operadoras. Foi assim que a TOUR HOUSE cresceu no Brasil! Seja a operadora emissora de passagens aéreas ou uma operadora receptiva, como a CVC, o caminho para se cadastrar com elas é o mesmo: entrar no site da operadora, preencher o formulário de cadastramento e depois entrar em contato com o departamento comercial para agendar a visita de um promotor para finalizar o processo. Recomendo que se cadastre em mais de duas operadoras pelo seguinte motivo: após a aprovação do seu cadastro, a operadora lhe dará um crédito para emissões faturadas (compra com dinheiro). Esse crédito será baseado no capital registrado no contrato social da sua empresa. Por isso, você deve se cadastrar em mais de uma operadora, pois quando esse crédito "estourar" você poderá comprar passagens faturadas com outra operadora cujo crédito ainda não estourou ou não foi usado.



7 - SE VC TIVER UM CAPITAL SUPERIOR A R$ 70.000, E SUA AGÊNCIA TIVER BASTANTE SOLICITAÇÃO DE EMISSAO INTERNACIONAL, É PORQUE CHEGOU A HORA DE FAZER UM CONTRATO COM UM GDS.
SABRE e AMADEUS são os GDS top de mercado com cobrança de taxas mensais pelo uso dos seus sistemas para a agência fazer reserva e emissão. Se você não fizer o contrato com eles, você retrocederá, e terá que comprar as passagens com as operadoras de viagens.


Com relação ao SABRE, segue informação que me foi comentada por um de seus funcionários:
"O SABRE possui vários tipos de contrato e um deles não há taxas. Na proposta contratual do SABRE tem-se:
a) Contrato sem meta de segmentação,
b) Contrato com compromisso de participação SABRE de 95% e sem mensalidade*.
A agência poderá utilizar o SABRE somente para consulta. As reservas concretizadas deverão ser emitidas no IATA próprio ou em um consolidador.

Para agências iniciando ou pequenas agências, essa última costuma ser a melhor opção."



8 - APENAS FAÇA O CONTRATO COM O SABRE OU COM O AMADEUS SE VC TIVER IATA.
Se você não obtiver o registro IATA, você não terá permissão das cias aéreas para emissão de passagens internacionais.



9 – CADASTRE SUA EMPRESA NO SNEA
Esse será o próximo passo a ser feito após a obtenção do IATA.



10 - Os GDS auxiliam na agilidade de cotação de tarifas internacionais para qualquer lugar do mundo. Chegará uma hora que com o grande volume de solicitações de passagens na sua agência, você precisará de um portal de viagens que reúna em um único endereço web as opções de vôos com todas as cias aéreas que operam num trecho especifico. Na agência onde trabalho, eu utilizo dois, cada um com perfis diferenciados: ITM, da SENIOR SISSTEMS, com foco para atendimento corporativo, gerando relatórios para empresas e outro é o portal WOOBA, focado para call centerS. Ambos cobram uma taxa mensal pelo uso.



11 – PROVIDENCIE UMA FERRAMENTA DE BACK OFFICE
Se sua empresa estiver tendo uma receita superior a R$ 50.000 por mês, então chegou a hora de você ter uma ferramenta que lhe possibilite um controle maior de contas a pagar e contas a receber. Existem vários programas que o auxiliam quanto a isso. O que eu uso é o da SENIOR SISTEMAS, chamado de REGENTE, e como todo software paga-se uma taxa mensal pelo uso.


Links que complementam esse post e que lhe possam interessar:
Recomendo visitar meu canal no YOU TUBE para ter uma visão ampla dessas ferramentas aqui mensionadas:

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG