Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

FALÊNCIA DO GRUPO TRANSHOTEL

O grupo Transhotel, considerado um dos maiores brokers hoteleiros do mundo com 600 colaboradores e 22 escritórios espalhados pelo mundo, pediu a “pré-proteção de credores”. A decisão do presidente do Grupo Transhotel, Anselmo de La Cruz, decorre dos fracassos das tentativas de venda com o Springwater Capital e depois com o grupo Hotusa, concorrente espanhol que não firmou acordo para aquisição da participação majoritária da Transhotel.


De acordo com a imprensa espanhola, a dívida com os credores pode ultrapassar 30 milhões de Euros. A Transhotel desligou seu sistema de reservas e parou de pagar credores, para renegociar sua dívida com base no artigo 5 da Ley Concursal espanhola que garante à empresa um prazo de até quatro meses para essa espécie de recuperação judicial para renegociar dívidas e achar uma solução financeira para a crise.


O site Preferente.com destaca em sua manchete de hoje (10OUT2014): "Quebra da Transhotel: milhares de agências e hotéis afetados". Mais uma vez o custo do prejuízo acaba nas mãos das agências de viagens e dos milhares de hotéis que tiveram pagamento suspenso.

No Brasil, operadoras de viagens como a Schultz, enviaram comunicados as agências de viagens que fizeram vendas da Transhotel informando-as que "honrará todos os embarques futuros, acomodando os viajantes sempre que possível nos mesmos hotéis".

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG