Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

COMO INICIAR SUA CARREIRA NO TURISMO SEM TER EXPERIÊNCIA

Princípio básico: não faça faculdade de turismo. Isso porque, as faculdades não dispõem dos programas de contabilidade e reservas (portais web) usados diariamente pelos agentes de viagens. Cada uma usa programas diferentes das outras, e todos são com acesso à internet. Na faculdade, você não aprende a operá-los e o fato de você não os conhecer, não é razão de pânico, pois quando é contratado, as agências o dão um treinamento de 1 a 3 dias para aprender a manuseá-los.

A melhor forma para quem não tem experiência e quer entrar nesse mercado é começar como ANALISTA DE FATURAMENTO. Para isso, basta entregar pessoalmente seu currículo nas agências de viagens corporativas (FLYTUR, AVIPAM, ITS TURISMO, HIGHLIGHT, KONTIK, TOUR HOUSE, etc).  O salário varia de R$ 900,00 a R$ 1100,00. Trata-se de um trabalho sem contato com o cliente. É 100% digitação para gerar notas fiscais e faturas. Assim que você for contratado numa dessas empresas, você poderá solicitar ao gerente ou supervisor uma chance para ser encaminhado pela agência para  fazer um curso gratuito de reserva e emissão de GDS (Amadeus ou Sabre)  e depois é esperar uma oportunidade de iniciar nessa profissão de agente de viagem ou buscar essa oportunidade em outras agências. 

O salário de um consultor de viagem varia de R$ 900,00 a R$ 3000,00. Algumas agências pagam comissão e para quem trabalha como agente de viagem numa loja de shopping, saiba que você será 100% um vendedor, pois quem fará as emissões das passagens dos pacotes que você vendeu será outro agente de viagem, que trabalha internamente na matriz da agência ou do consolidador.


Se desejar fazer um curso de agente de viagem, o melhor caminho é se matricular nos cursos da ABAV, porém, a taxa de inscrição pode chegar a R$ 200,00 por cada módulo de duração de 1 semana. 



Esses cursos só têm validade se for com intuito de ser emissor internacional. Para quem deseja ser emissor nacional, as reservas e emissões são todas via web o que dispensa essa necessidade. Outro detalhe, é que mesmo que você não saiba Amadeus ou Sabre, os operadores de viagem não consideram isso como uma etapa eliminatória, pois internamente em sua estrutura, existem agentes de viagens que só atendem o segmento nacional (ganhando menos) e outros mais experientes e bilíngues, para atender as solicitações de viagens internacionais. Também existem aqueles que só fazem reservas e atendem telefone de clientes e outros que só emitem, sem contato algum com o cliente. Tudo é uma questão de tempo e experiência. 

Outro caminho, é enviar seu currículo para as redes hoteleiras para trabalhar como PROMOTOR. Se tiver boa aparência e sangue frio para ser cobrado por metas de vendas, seu salário poderá ultrapassar R$ 3000,00. O promotor visita empresas e agências de viagens para negociar tarifas com desconto, realizar eventos, resolver problemas, e fidelizar clientes... E se for contratado por uma rede hoteleira, ainda tem a possibilidade de viajar para outros estados e exterior!

Pode-se também optar pelo trabalho de AGENTE DE RESERVAS, que é aquele camarada que recebe os pedidos de solicitação de hospedagem dos agentes de viagens. O salário pode chegar a R$ 1500,00. É praticamente um trabalho de telemarketing.

O turismo é uma área onde a principal qualidade do profissional é saber se comunicar, ter boa aparência e ser bom vendedor. Aliás, o que todos no turismo são... É vendedor técnico! Um profissional (ser bilíngue é opcional) que utiliza a internet como ferramenta de vendas para fazer reservas e emitir passagens e que está sempre sujeito a ser demitido quando a agência corporativa perde um cliente ou quando as vendas do setor de lazer estão baixas.

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG