Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

CARTÕES DE CRÉDITO X PROGRAMAS DE MILHAGEM

Hoje em dia, os principais bancos oferecem cartões de créditos que possuem seu próprio programa de fidelidade, independente dos programas de fidelidade das cias aéreas e redes hoteleiras, oferecendo aos consumidores a oportunidade de ganhar milhas ou pontos e poderem os resgatar para a obtenção de uma viagem gratuita ou acomodação gratuita em hotéis. Em muitos casos, os bancos promovem seus próprios cartões em parceria com os programas de fidelidade das cia aéreas ou dos hotéis. Porém, estes cartões possuem uma taxa administrativa anual muito maior do que as que são normalmente cobradas nos cartões de crédito que não oferecem a associação a tal programa de fidelidade do banco.
Se você não é um frequent flyer e ganha muito crédito de milhas através de débitos de cartões de crédito, pode ser agora o momento certo de mudar para um programa de fidelidade de um banco ao invés de permanecer em um programa de fidelidade de uma cia aérea. Entre os bancos americanos que oferecem tais programas temos: Bank of America, Bank One, Capitol One, Chase Bank, Citibank, Discover, MBNA, and US Bank.


Tipicamente, você precisa de 25.000 milhas/pontos para uma viagem de ida e volta na classe econômica dentro dos Estados Unidos e 50.000 milhas/pontos para uma viagem de ida e volta para a Europa. Quando você acumula milhas ou pontos suficientes, você os resgata com o banco, que comprará para você um bilhete aéreo. É óbvio que esses programas não são restritos pelo controle de capacidade da cia aérea que está associado ao número de assentos disponíveis para os prêmios de seu programa de milhagem. Os programas de fidelidade dos bancos geralmente põem um limite de valor para o pagamento do bilhete prêmio: US$ 500.00 para a premiação de um bilhete doméstico e US$ 1.000,00 para a premiação de um bilhete com viagem para a Europa, por exemplo.

A principal diferença entre os programas de fidelidade das cias aéreas e dos cartões de crédito, é o tempo que se leva para se obter o prêmio. Veja essa comparação: a tabela abaixo exibe o tempo necessário para se resgatar 25.000 milhas e solicitar a emissão de um bilhete prêmio para viajar no trecho MIA/LAX/MIA na classe econômica.

Cada programa possui suas vantagens distintas no que se refere ao acúmulo de pontuação:
  • Enquanto que a maioria dos cartões oferecem 1 ponto para cada Dólar gasto, American Express oferece o dobro em despesas em supermercados, postos de gasolina, farmácias, correio e pagamentos de contas de telefone. Outra vantagem sobre os programas de fidelidade das cias aéreas, é a possibilidade de poder resgatar seus pontos para viajar gratuitamente com uma das 11 cias aéreas participantes do programa de fidelidade do cartão, entre elas: Continental, Delta, Hawaiian, e US Airways, ou de se hospedar gratuitamente em uma das redes hoteleiras participantes (Best Western, Hilton, InterContinental, e Starwood).
  • O cartão de crédito GoMiles é comparativamente o mais barato entre todos os cartões disponíveis no mercado, mas suas opções de ganho são relativamente pequenas para quem viaja regularmente e se beneficia das milhas da viagem para a obtenção de um bilhete prêmio. Por outro lado, a simplicidade e disponibilidade dos prêmios do cartão GoMiles é de fácil obtenção e entendimento para qualquer viajante sem experiência em gerenciar milhas/pontos para conseguir um bilhete prêmio fora das restrições do controle de capacidade de assentos das cias aéreas. Não existe taxa anual e sua taxa percentual é de quase 10% para saldos não pago. O cartão AAdvantage tem uma taxa anual de US$ 50.00 e uma variação de taxa percentual próxima a 16%.
  • O cartão PremierPass, do Citibank, disponibiliza a facilidade em alguns casos de dobrar os pontos pelas despesas gastas e de ser ao mesmo tempo um cartão de crédito parceiro dos programas de fidelidade das cias aéreas e de outros multi-programas para oferecer recompensas a seus consumidores. Logo, para aqueles que são mais compradores “compulsivos” do que viajantes freqüentes, é sem dúvida uma boa opção.
CONCLUSÃO: os programas de fidelidade dos cartões de crédito não podem oferecer as melhores facilidades dos programas de fidelidade das cias aéreas devido eles não poderem ser combinados. Ou seja: não se pode transferir milhas ou pontos de um programa para o outro para a obtenção dos prêmios. A participação em ambos significa a fragmentação dos créditos recebidos e da diminuição dos prêmios ou demora em obtê-los. Esta é a razão principal porque os programas de fidelidade dos cartões de crédito ainda não são a melhor opção para aqueles que viajam muito e ganham grande parte de suas milhas com os programas de fidelidade das cias aéreas, hospedagem em hotéis e aluguel de carro.

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG