Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

INTRODUÇÃO A GRUPOS E PACOTES TURÍSTICOS

"Trabalhar com grupos é extremamente desgastante. Além de ser um serviço que ocupa demais o tempo, requer ainda muita atenção para não trocar um PAX de um grupo com outro, em pôr os membros de uma família viajando nos mesmos vôos e assentos quando há conexão, em ter paciência para fazer a todo instante modificações de horários e datas nas reservas solicitadas pelo grupo antes da compra, e por aí em diante...



Muitos agentes de viagens evitam trabalhar com grupos por acreditar que ganharão mais comissão emitindo passagens sem ser de grupo. Reservas de grupos são de extrema importância para uma agência alcançar a cota de bilhetes emitidos exigida pela cia aérea para a manutenção das comissões e incentivos estabelecidos nas classes do contrato.

A comissão recebida na venda pode ser aumentada se for adicionado à venda do grupo um city tour com hospedagem em hotel para os integrantes do grupo. É o que chamamos no turismo de pacote. Quando esta situação acontece e não se tem um pacote já elaborado, torna-se necessário que o agente de viagens formule um pacote turístico para o cliente de acordo com suas solicitações: pacotes com aluguel de apartamentos, com abadás, com venda de fantasias para desfilar na Marquês de Sapucaí ou nos carros alegóricos no Carnaval do Rio de Janeiro, etc. Essa formulação de pacote turístico personalizado não requer muita prática e sim: organização e conhecimento dos fornecedores para direcionar o viajante ao lugar principal onde todas as atrações que ele procura estejam acessíveis.

De nada adianta um agente de viagens ser um expert em reservas de grupo e em formular excursões dos pontos turísticos de uma cidade ou país se ele não sabe usar artifícios de vendas para conseguir uma tarifa aérea ou marítima mais barata para o valor do pacote não ficar caro. Transporte é o vilão do preço alto em um pacote. Aprender a cotar preços de pacotes e formular excursões turísticas personalizadas é um diferencial tão importante quanto ser especialista em segmentos de venda de grupos com pacotes temáticos em parques de diversões. E esse é outro detalhe que não deve passar desapercebido por um supervisor ou gerente de uma agência: centralizar a venda dos pacotes temáticos  em um agente  específico. Isso o condicionará em se tornar um especialista  na venda daquele produto, aumentando assim as chances de fechamento da venda desse pacote se comparado aos outros agentes que embora saibam vender, não estão familiarizados com os detalhes do produto Disney, Universal Studios, Cruzeiros, entre outros, por exemplo.”

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG