Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

INTRODUÇÃO A TARIFAS AÉREAS

"Eu costumo dizer aos meus colegas de trabalho que na assinatura deles pode-se fazer tudo no sistema. É justamente por não confiar nas informações que me são passadas, que eu busco no GDS as respostas que necessito para tarifar um PNR ou emitir um TKT. Quando se trata então de waiver para emitir bilhetes com tarifas vencidas, só se a cia aérea colocar a autorização no PNR ou me enviar um email autorizando a emissão.

Não que eu seja desconfiado, mas precavido! Já reparou que no turismo, quando se faz uma mesma pergunta a vários agentes de viagens e até mesmo aos funcionários das cias aéreas, cada um te dá uma resposta diferente? Dá para confiar em quem está certo?

Já ouvi comentários de colegas de trabalho a respeito do excesso de informações para conseguir achar boas tarifas aéreas e que por isso torna-se difícil conseguir uma tarifa baixa para o cliente e até de não cometer erros que gerem ADMs  para a agência. Concordo com eles em parte: as informações em excesso são conseqüência do número de serviços oferecidos por um fornecedor, imagine então a quantidade de fornecedores com os quais uma operadora de viagem trabalha. Entretanto, o fato de não ter conhecimento de todas as informações, não se justifica! Você pode não saber todas as informações, mas tem a obrigação de saber onde encontrá-las nos contratos, regras tarifárias, internet, emails, etc.

Saber calcular tarifas é tão importante quanto emitir um bilhete. Muitos agentes de viagens vendem passagens aéreas focalizando o preço. O que é errado! Toda passagem aérea deve ser vendida focalizando os principais parágrafos da regra tarifária (reembolso, endosso, valor da multa e isenção de cobrança de multa por mudança de data devido problemas médicos) e a classe da cia aérea com maior percentual de desconto. Fazendo isso, você consegue o menor preço para o seu cliente e a melhor tarifa de acordo com os seus interesses e necessidades.

Avalie bem as vantagens e desvantagens das tarifas aéreas. A concorrência pode oferecer uma tarifa de US$ 600.00 que não seja reembolsável, enquanto que um agente experiente pode oferecer uma outra de US$ 750.00 que seja reembolsável. Qual das duas você acha que o cliente irá escolher se ele não quiser comprar um seguro viagem ou se ele está com dúvidas se terá ou não de cancelar a viagem mais tarde?  

Quem faz o diferencial da agência, é você! Quem faz a disputa por um cliente diminuir ofertando-o tarifas aéreas menores, é você! Você é o referencial do cliente na hora dele procurar um agente competente. Quanto mais você souber, mais destacado você estará dos outros agentes de viagens que não têm os mesmos conhecimentos seus.” 

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG