Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

TAM DEVE PAGAR R$ 14 MIL POR "ESQUECER" PASSAGEIRO

Fonte: IDW NEWS, 18/ABR/2006

Weber Nazareno Sena da Silva ganhou R$ 14 mil em uma ação indenizatória por danos morais contra a TAM na 27ª Vara Cível do Rio de Janeiro. Ele alegou que a empresa o esqueceu no aeroporto e que ele só pôde voar no dia seguinte, tendo que arcar com as despesas pessoais.
O avião de Weber decolou com 20 minutos de antecedência. O fato ocorreu em maio de 2004, quando Weber voltava de um congresso em Maceió com destino ao Rio. Em sua contestação, a TAM atribuiu ao passageiro a responsabilidade pela perda do vôo porque ele não teria chegado ao aeroporto com uma hora de antecedência.
"Tal argumento se esvazia diante da constatação de que o vôo saiu antes da hora marcada, sendo tal conduta de inteira responsabilidade da ré", afirmou a juíza Fernanda Sepúlveda Terra Cardoso Barbosa Telles. Segundo a juíza, o Código de Defesa do Consumidor prevê que o fornecedor de serviços, quando os prestar de modo defeituoso, tem o dever de reparar os prejuízos causados ao consumidor, independentemente da existência de culpa da sua parte.

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG