Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

PRINCIPAIS ERROS QUE OCORREM ANTES DA EMISSÃO DE UM BILHETE AÉREO


Para tudo tem uma solução. Nem que essa solução saia do seu bolso para consertar o erro que cometeu!


PROBLEMAS
POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS
ANTES DA EMISSÃO
O QUE FAZER
PARA NÃO ERRAR
MUDANÇA DO PERCENTUAL
OU
DA CLASSE DE COMISSIONAMENTO
1. Multa caso não haja mais tempo de reemitir o TKT para corrigir o erro sem a cobrança da penalidade.

2. ADM por recebimento de comissão cobrada a mais, ou…

3. ADM por cobrança de diferença de tarifa entre uma classe mais barata para outra mais cara caso a classe que foi utilizada para emitir o TKT não seja elegível para emissão, ou seja: não seja comissionada!
Mantenha seus contratos atualizados. Os contratos de comissionamento são válidos por 1 ano. Se você sabe que eles mudam anualmente cheque:

1. Se o percentual de comissão de uma rota continua o mesmo.

2. Se a classe mais barata com o maior percentual de comissionamento continua a mesma.

Exemplo: Geralmente o erro ocorre quando a cia aérea mantém o percentual de 20%  em uma rota mas muda a classe antiga (que era na classe Q) para uma classe mais cara, a H por exemplo. A classe Q passa a ter um comissionamento menor, vamos supor 10%, mas o agente de viagens está tão acostumado ao contrato antigo que faz a emissão na classe Q pensando que a comissão desta classe é ainda de 20%.

Note que o mesmo erro pode se apresentar de maneira diferente: a classe Q não ser mais comissionada, ou o valor da comissão de uma certa rota e dos vôos codeshare  diminuir para a metade, ou menos ainda!
EMISSÃO NÃO DE ACORDO COM
A REGRA TARIFÁRIA OU
COM O CONTRATO APLICADO REFERENTE À BASE TARIFÁRIA
1. Multa, caso não haja mais tempo de reemitir o TKT para corrigir o erro sem a cobrança da penalidade.

2. ADM.

3. O PAX poderá não embarcar, utilizando o mesmo TKT, ou ser obrigado a comprar um novo bilhete no aeroporto caso o PNR tenha sido emitido fora das regras de emissão.

Exemplo: emissão de um Brazil Airpass cujo retorno é 22 dias após a data de partida da viagem, sendo que sua validade é de 21dias a contar da data da partida!
1. Consultar o contrato antes de emitir o TKT e adquirir o hábito de ler a regra tarifária.

2. Não trocar a aplicação das regras de emissão de um contrato de uma mesma cia aérea por outro devido a falta de atenção.

3. Revisar os contratos usualmente para não repetir os mesmos erros.
PRAZO EXPIRADO
1. Perda da venda por falha do agente de viagens que não processou a fila de prazos.

2. Perda da tarifa original.

3. Comprometimento financeiro com o PAX caso ele estiver viajando acompanhado com outro PAX cuja reserva já foi emitida em outro código.
Não esqueça de avisar ao PAX sobre o prazo para a compra do TKT. Se ele estiver viajando acompanhado, e o seu companheiro de viagem, que está reservado em outro código, comprar o bilhete primeiro do que ele, cruze os códigos do PNR ou ponha uma observação em remarks(RM).
AUSÊNCIA DE TOUR CODE  E/OU  DO
TICKET DESIGNATOR
1. ADM.
Consultar o contrato para se certificar se a cia aérea exige esta informação inserida nos cupons do bilhete aéreo ou vouchers.
ITINERÁRIO ERRADO E/OU
DATA DE VIAGEM ERRADA
1. Multa após a emissão do TKT,caso não haja mais tempo de reemitir o TKT para corrigir o erro sem a cobrança da penalidade.

2. Prejuízo para a agência, após a emissão, em ter que emitir outro cupom para o PAX chegar ao destino correto.

3. Prejuízo para a agência, após a emissão, em ter que pagar hospedagem de hotel caso não tenha mais vôo para o destino dele no mesmo dia.

4. Aumento de tarifa, caso a classe original já esteja lotada, ou seja: o vôo está lotado ou sem o número total de vagas na classe promocional que foi feita a reserva.
Esse problema pode ficar pior ainda se o PAX tiver comprado um pacote turístico com reservas de hotel e/ou com Cruzeiro.

Para evitar que esta situação venha a acontecer, confira com o PAX os destinos da viagem, bem como as datas dos vôos enfatizando os dias da semana (segunda, terça, quarta, etc).

Essa informação pode vir escrita no email que você o enviar para ele conferir o serviço que está comprando com a agência, ou pode ser confirmada por você mesmo ao ligar para ele antes de emitir o TKT.
ESQUECIMENTO DE CANCELAR O PNR BILHETADO FRIO
1. ADM no valor da tarifa do bilhete “frio”.
A melhor forma de se evitar esse erro é não pondo um bilhete falso no PNR, por mais que o cliente te garanta que vai comprar, o risco não compensa.
DUPE
1. Cancelamento das duas ou mais reservas por duplicidade de vôos com uma mesma cia aérea.

2. Perda da última vaga promocional.

3. Se a duplicidade é com um PNR que foi emitido e outro não, corre o risco de ter ambas as reservas canceladas.

4. Comprometimento financeiro com o PAX caso ele estiver viajando acompanhado com outro PAX cuja reserva já foi emitida em outro código.
Não crie DUPE! Se as reservas estão confirmadas, assim que o PAX escolher em qual horário ele vai viajar, cancele o PNR que não vai ser emitido.

Para evitar DUPE, faça FILAS ou ponha prazo de cancelamento automático no PNR.

Este problema poderá ser muito grave caso o PAX da DUPE estiver viajando acompanhado de um outro PAX, que será assistido por ele durante a viagem ou por se tratar de uma viagem de um casal ou família, cujos quais já tiveram o seu TKT emitido, exceto o PAX da DUPE.

DUPE não se refere apenas a fazer duas ou mais reservas em PNRs distintos para um mesmo PAX viajar com uma mesma cia aérea. Ela pode ser feita também:
a) Quando se reserva em um mesmo PNR mais de um vôo com a mesma rota de destino com classes diferentes.
b) Quando o PAX reserva os mesmos vôos com a agência e a própria cia aérea.
MARKUP  EXCEDIDO
1. ADM.
Prestar mais atenção no contrato, e principalmente, aprender a fazer cálculo de porcentagem corretamente.
TEMPO MÍNIMO DE CONEXÃO INSUFICIENTE
1. Pode pagar multa se a cia aérea o cobrar para pôr o PAX no próximo vôo disponível.

2. Prejuízo para a agência, após a emissão, em ter que pagar hospedagem de hotel caso não tenha mais vôo para o destino dele no mesmo dia.

3. Perda do vôo e possivelmente do vôo de  conexão.
Esse problema pode ficar pior ainda se o PAX tiver comprado um pacote turístico com reservas de hotel e/ou com Cruzeiro.

Para evitar que esta situação venha a acontecer, não ignore a mensagem exibida pelo GDS no momento que se fecha o PNR, e reserve o PAX nos vôos mais tarde.
SERVIÇOS SOLICITADOS (SSR) NO DIA DA VIAGEM
1. Além da insatisfação do cliente por você ter se esquecido de solicitar o serviço, esse erro pode gerar perda de venda se o PAX não tiver a confirmação de algum dos serviços solicitados, como: PETC, UMNR,  etc.
Se você sabe que estas solicitações exigem antecedência para confirmação, então não as deixe para a última hora, nem tão pouco diga que já está confirmado se a cia aérea ainda não te enviou a mensagem via GDS com o código HK.
O SISTEMA NÃO EMITE A
RESERVA DE GRUPO COM O
CÓDIGO DE ESTADO
PK
1. O TKT não é gerado devido o PNR do GDS da agência não está sincronizado (horários, vôos, datas e nomes) com o CRS da cia aérea que bloqueou os assentos nos vôos.
Toda reserva feita com segmento PK não gera informação da cia aérea quando há mudança de vôo ou alteração de horário especificados pelo código TK e nem informação de cancelamento de vôo, especificado pelo código UN no PNR. Antes de emitir um PNR, cujos vôos foram reservados em PK, acesse a disponibilidade de vôos no GDS  para confirmar se houve tais alterações.
ATRAZO NA COMPENSAÇÃO DO CHEQUE OU DO DINHEIRO SER CREDITADO NA
CONTA BANCÁRIA
1. A reserva poderá ser cancelada devido a transferência bancária ou a compensação do cheque ter acontecido após a expiração do prazo, e após ser reativada, ainda corre-se o risco de não ter mais vagas nos vôos originais.

2. A tarifa poderá aumentar durante este período em que se aguarda o dinheiro entrar na conta ou o cheque ser compensado.
Explique ao cliente sobre o risco deste tipo de compra e o convença a comprar o bilhete com cartão de crédito. Principalmente se for o caso de uma reserva de grupo!
REEMISSÃO DE TKT CUJO VÔO FOI CANCELADO POR
NO SHOW
1. ADM no valor de um novo TKT.
Para não perder o TKT o PAX deve solicitar o cancelamento do PNR a agência de viagem ou a cia aérea. Se o cancelamento do PNR foi solicitado à cia aérea, ligue para a mesma para se certificar que o PAX não está mentindo antes da reemissão ser feita.

Nem sempre a cia aérea informa em OSI que o PNR foi cancelado por no show, e sempre o PAX irá te induzir a reemitir um TKT para ele não perdê-lo.
CANCELAMENTO DE ASSENTO E/OU REFEIÇÃO
1. O PAX que tinha assento marcado do lado da criança  corre o risco de viajar em um assento distante do dela se o seu assento original não for remarcado.

2. Impossibilidade de confirmação de alimentação a bordo devido a falta de antecedência mínima para se fazer o pedido de novo.
O erro ocorre quando após ter marcado todos os assentos dos vôos no PNR, de um casal ou de uma família, por exemplo, um deles liga para a agência solicitando a correção do nome ou a mudança da classe dos vôos. Deste modo, todos os serviços associados ao PAX ou ao vôo são cancelados, devendo portanto o agente de viagens não se esquecer de remarcá-los.

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG