Douglas Wires, nasceu em 1971, é casado e mora atualmente no Rio de Janeiro, atuando no mercado de turismo desde 1995. Fluente em inglês, é emissor Amadeus e Sabre de passagens aéreas nacionais e internacionais. Trabalhou em empresas como: VARIG, OCEANAIR e CARLSON WAGONLIT, adquirindo sólidos conhecimentos e experiência em cálculos de tarifas aéreas, supervisão de reservas e negociação de serviços de viagens.

ANÁLISE SOBRE A COBERTURA CONTRA DESASTRES NATURAIS

Desastres naturais podem prejudicar tanto a viagem do segurado quanto sua saúde. Existem países que são mais propensos as ameaças de desastres naturais do que outros.  Por exemplo: turistas que viajam para a Flórida e o Caribe devem estar preparados para enfrentarem ciclones. Turistas que viajam para o Japão, podem enfrentar terremotos e aqueles que viajam para a Indonésia devem estar preparados contra as ameaças das tsunamis.


Quando alguém é uma vítima fatal de um desses desastres, os seguros viagens mostram-se eficientes em relação ao transporte dos restos mortais do segurado para o seu país no caso de morte durante a viagem. Quando o viajante sobrevive a um desses desastres naturais, as ameaças são as conseqüências que surgem depois que o perigo passa. Por exemplo:
  • Enchentes podem ser ocasionadas por terremotos, maremotos, ciclones, tornados e erupções vulcânicas. As águas das enchentes contêm material fecal vindo do sistema de esgoto, e também produtos agrícolas e industriais que contaminam o suprimento de comida e água potável. As enchentes aumentam a proliferação de mosquitos que transmitem doenças como malária e febre amarela e também o risco de transmissão de leptospirose. 
  • Após um tornado, as ameaças podem ser os fios de alta-tensão arriados no chão ou submersos n’água, vazamento no sistema de gás encanado ou avaria no sistema elétrico, cujos quais associados razem o risco de incêndio e explosão.
  • Incêndios têm se tornado muito comum em casas de shows que apresentam espetáculos com fogos de artifícios. Devido a irresponsabilidade humana, as pessoas tornam-se vítimas fatais com ferimentos graves nos olhos, nos ouvidos e na coluna, fraturas e hematomas pelo corpo. Note que a maioria das vítimas de incêndio morre asfixiadas pela fumaça, e não por queimaduras.
Como resultado dos desastres naturais, temos o quadro a seguir que representa as conseqüências (isoladas ou em conjunto) de risco para um viajante.

DESASTRES NATURAIS CAUSADOS POR
CONSEQUÊNCIAS APÓS UM DESASTRE NATURAL
AVALANCHES
FOGO
ENCHENTES  & TSUNAMIS
DESMORONA-MENTOS
ERUPÇÕES VULCÂNCICAS
TERREMOTO
X
X
X
X

CICLONES

X
X
X

MAREMOTOS


X


TORNADOS

X
X
X

VULCÕES
X
X
X
X
X

O viajante que contrata  um seguro viagem poderá ter direito as seguintes coberturas na apólice:

SEGUROS VIAGENS OFERECEM COBERTURA DE BAGAGEM
Note que a cobertura de bagagem aplica-se a qualquer artigo danificado, perdido ou roubado durante o período de viagem do segurado, e não somente aos eventos ocorridos no aeroporto. Logo, se o seu quarto, em um dos hotéis nas Ilhas Maldivas, tiver sido inundado por uma tsunami que levou seus pertences, o segurado receberá da seguradora o pagamento do benefício para comprar roupas, por exemplo.

SEGUROS VIAGENS REPÔEM DOCUMENTOS DE VIAGENS PERDIDOS
Se o segurado perder seu passaporte ou bilhete aéreo durante um incêndio ou enchente, ele terá esta cobertura.

SEGUROS VIAGENS COBREM INTERRUPÇÃO OU CANCELAMENTO DE VIAGEM
Se o país que ele estiver visitando for devastado por um desastre natural e se o segurado desejar  antecipar o seu retorno ou cancelar sua viagem para este país, os seguros viagens oferecem essa cobertura em forma de pagamento da multa de reemissão do bilhete de passagem ou seu reembolso.

SEGUROS VIAGENS OFERECEM ASSISTÊNCIA MÉDICA
Considerando que as enchentes transmitem doenças como cólera, diarréia, hepatite A, etc, e terremotos podem lesar seu corpo com queimaduras causadas por uma explosão surgida de um vazamento de gás encanado... Os viajantes com seguros ficam protegidos contra esses riscos através de coberturas que oferecem: remoção médica, serviço de ambulância e raio-X, por exemplo.

SEGUROS VIAGENS OFERECEM COBERTURA CONTRA MAU-TEMPO
Desastres naturais como terremotos, maremotos e erupções vulcânicas não podem ser previstos, exceto ciclones e tornados em algumas estações do ano. As estações de ciclone no mar do Caribe e no Golfo do México começam oficialmente em Junho e dura até o final de Novembro. As estações de tornados, na América do Norte, ocorrem durante a primavera e verão no leste de Rocky Mountains, Alaska, Bermuda, Canadá, Flórida, Hawaii, México, Oklahoma e Texas. Mas isto não é uma fórmula com 90% ou 100% de acertos.

Viajar em algumas estações do ano quando tais desastres naturais ocorrem pode estragar os planos de viagem de qualquer pessoa. As cias aéreas não reembolsam o custo da viagem nem  endossam seus bilhetes para seus passageiros viajarem com outras cias aéreas em caso do vôo atrasar ou ser cancelado devido ao mau tempo, pois durante o mau tempo:

  1. Os aeroportos são fechados (muitos deles em Nova Iorque, Miami e Chicago) devido ciclones e neve.
  2. Os vôos são atrasados ou cancelados e as consequências são obvias: perde-se o vôo de conexão e também um ou mais dias das férias.
  3. O viajante corre o risco de dormir nas poltronas do aeroporto porque descobriu ao desembarcar no aeroporto de conexão, onde embarcaria num vôo internacional com outra cia aérea, que o seu vôo foi adiado para o dia seguinte. 

Postar um comentário

CADASTRE SEU EMAIL E SEJA AVISADO SOBRE NOVAS POSTAGENS 

ÍNDICE DO BLOG